Aumenta a hospitalização de jovens com COVID-19 nos EUA

Share on facebook
Share on pinterest
Share on twitter
Share on whatsapp

Nos EUA jovens estão sendo hospitalizados em números quase recordes em virtude do surto da variante Omicron (COVID-19) e os especialistas estão lamentando que a maioria não sejam vacinados.

Durante a semana de 21 a 27 de dezembro, uma média de 334 crianças com 17 anos ou menos foram admitidas por dia em hospitais com o coronavírus, um aumento de 58% em relação à semana anterior, de acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças.

O pico anterior durante o curso da pandemia foi no início de setembro, quando as hospitalizações de crianças eram em média 342 por dia, disse o CDC.

As crianças continuam a representar uma pequena porcentagem das pessoas hospitalizadas com COVID-19 e muitos médicos dizem que os jovens parecem menos doentes do que os vistos durante a onda do delta no verão.

Dois meses depois que as vacinações foram aprovadas para crianças de 5 a 11 anos, cerca de 14% estão totalmente protegidos, mostram os dados do CDC. A taxa é mais alta para os jovens de 12 a 17 anos, cerca de 53%.

A variante Omicron é altamente contagiosa e foi responsável por 59% dos novos casos na semana passada, de acordo com o CDC. Ainda assim, há indícios de que a variante causa doenças mais leves do que as versões anteriores, e que a combinação da vacina e do reforço parece proteger as pessoas de seus piores efeitos.

Fonte: Time Out New York

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *